product/market fit

12 jul Product/market fit: seu produto faz sentido para o mercado?

Por diversas vezes, você já deve ter lido aqui no blog a importância de encontrar o product/market fit. Mas você sabe o significado desse conceito?

Product/market fit nada mais é do que ter um produto que satisfaça a real necessidade do mercado em que você está inserido. Para chegar lá, é necessário lançar mão de uma série de outros conceito, como o job to be done e a dor do cliente.

>> Veja também: A dor do cliente: qual problema sua startup resolve?

O termo foi cunhado por Marc Andreessen, fundador de empresas como o Netscape e que atualmente trabalha como investidor no Vale do Silício. Nas palavras de Andreessen, product/market fit é:

Estar em um bom mercado com um produto que satisfaça a esse mercadoMarc Andreessen

Origem do termo product/market fit

Andreessen é um estudioso dos motivos que levam algumas startups a darem certo e outras não. Segundo ele, existem três elementos primordiais para determinar o sucesso de uma startup:

Essas três variáveis desempenham um papel fundamental. Mas é a combinação entre o produto e o mercado que ganharam especial atenção de Andreessen.

Segundo ele, se o mercado é verdadeiramente grande, ele anseia por um produto que venha resolver suas dores. E o primeiro que chegar a essa solução, vai conquistar este mercado.

Se o mercado não for grande o bastante – ou o produto não se adequar o suficiente para este mercado – não adianta uma grande equipe ou um produto maravilhoso.

acordo fechadoComo saber se há product/market fit

A resposta para essa questão é muito mais simples do que você pensa.

Quando o product/market fit não acontece, você logo repara. Os clientes demoram a aparecer, os ciclos de venda são mais longos do que você imaginava, não há boca a boca. Enfim: o mercado não se mostra empolgado com a solução que você oferece.

Já quando o mercado abraça seu produto ou serviço fica claro de que o product/market fit foi atingido. É quando e as coisas começam acontecer até mais rápido do que você imaginou.

Indo um pouco mais no detalhe, podemos dizer que não há product/market fit quando:

1. Seu produto é incrível, mas é voltado para um pequeno mercado

2. Seu mercado é gigantesco, mas seu produto não é bom o suficiente para ele (não atende uma necessidade real, gera muitos atritos, etc)

3. Seu número de clientes só cresce quando você investe em campanhas de marketing, PR ou faz grandes promoções.

Há quem diga, que você tem o primeiro sinal de que existe product/market fit quando conquista o décimo cliente que não faz parte (direta ou indiretamente) do seu círculo de relações. É claro que números como esse, tirados da cartola, podem variar muito conforme o mercado, mas a mensagem é clara: se apenas seus amigos estão comprando, tem algo errado.

Qual o momento certo de descobrir se há product/market fit?

A única resposta para essa questão é: o mais cedo possível.

Para isso, nada de investir pesado no desenvolvimento de produtos ou soluções que você ainda não sabe se fit com o mercado.

A construção de um MVP e a validação das ideias com o mercado são essenciais. Sem isso, você não consegue comprovar a aderência da sua ideia no mercado.

No programa de aceleração da ACE, a comprovação do product/market fit é um dos itens trabalhados. Estamos com inscrições abertas para a última turma do ano. Você já se inscreveu?

Se inscreva para a última turma do ano

Gabriel Ferreira
gabriel@goace.vc

Gabriel Ferreira trabalha na área de conteúdo da ACE



BrazilUSA