24 jan Quando largar seu emprego e se dedicar a sua startup?

yup-i-freakin-quit

Uma das principais perguntas que ouvimos em nossos eventos e em nosso dia a dia é sobre quando os empreendedores devem abandonar a vida dupla de trabalho regular matinal e startup na vida noturna. fato é que esse é um passo necessário para sua startup decolar. Não existe como se comprometer com sua startup como ela merece e ainda ter, no mínimo, 8 horas diárias de trabalho.Defendemos que não existe empreendedor meio período, mas sabemos que é muito difícil abandonar a estabilidade de seu emprego para tentar a sorte sem nenhuma certeza de sucesso.

É claro que não existe uma regra única nesse assunto, até porque não há garantias que sua startup seja bem sucedida, mas existem alguns pontos que podem demonstrar se você está pronto ou não pera esse passo, e é sobre isso que falaremos neste post.

Gostou do que leu até agora?

Que tal se cadastrar para receber os posts sempre em primeira mão? :)

Tenha mais do que uma ideia

Existe um momento na carreira de todo empreendedor em que tocar seu trabalho convencional e sua startup ao mesmo tempo torna-se insustentável. Ao mesmo tempo, é necessário saber a hora certa de tomar essa decisão.

Por mais que você ache sua startup inovadora e seu produto a prova de rejeição, não se iluda: Não existe nenhum negócio certo. E equipe e a execução são mais de 50% do caminho.
É possível fazer várias coisas para sua startup sem ter que necessariamente se demitir.
Primeiro, estude seu mercado, busque entender quem são seus clientes e o que eles buscam em um produto. Vá para a rua, faça pesquisas e converse com seus potenciais clientes para entender o que é esperado e o que falta em sua estratégia.

Depois de aprender tudo isso, está na hora de validar. Crie um pequeno processo, inicialmente manual para testar as melhores fontes de receita e modelos de negócio.

Assim, ao sair de seu trabalho, você terá mais segurança e facilidade para tocar o negócio.

Leve em consideração sua necessidade financeira

Qual é sua situação atual? Você é solteiro? Casado? Com filhos? Cada um desses momentos demanda um tipo de renda, e você precisa saber exatamente qual o mínimo necessário para se manter mensalmente. Sempre vemos empreendedores falando que “se em 06 meses não tiver decolado, eu volto a trabalhar”. Se esse for o seu caso, nem saia do trabalho. Para uma empresa “decolar” é preciso muito mais do que isso, e vamos além, não se esqueça, que o primeiro passo para o lucro é o break even (quando a empresa já consegue pagar suas próprias contas), que já é bastante difícil de atingir. Desse ponto até o lucro ainda tem uma longa caminhada

Guarde dinheiro antes de sair do trabalho

Antes de se tornar um empreendedor em tempo integral, crie uma poupança para ter um pouco mais de segurança. O recomendado é que você monitore suas despesas por algum tempo e veja qual a sua necessidade mensal. Desse modo, o planejamento de reservas ficará muito mais assertivo e você conseguirá controlar muito melhor se está fugindo de seu budget mensal.
É fundamental que, uma vez saindo de seu trabalho, o controle de suas despesas seja ainda mais próximo e reduzido ao essencial.

O recomendado é que você guarde o suficiente para 6 meses a um ano, mas se você conseguir guardar mais, melhor.

Como foi esse passo para você? Quais são suas 3 dicas para dedicar-se somente ao seu negócio? Caso ainda não tenha passado por isso, qual o seu planejamento para isso?

Arthur Garutti
arthur@goace.vc

Executivo com experiência de mais de 10 anos em projetos de inovação, ocupou cargos de marketing e estratégia em multinacionais como Sadia/BRF e Faber-Castell. Hoje responde pela ACE Corp, unidade de negócio de inovação corporativa.



BrazilUSA