09 jun O que é o custo de aquisição e como ele pode ajudar sua startup

money
Falamos que boas startups precisam de uma boa equipe e uma boa execução, e dentro desse segundo tópico entra o conhecimento das métricas e números da empresa. Esse desconhecimento ou desatenção de alguns indicativos chave podem levar a uma estratégia mal amarrada de marketing, vendas e planejamento estratégico.

Uma das principais métricas que todo empreendedor deveria olhar com atenção em sua startup é o Custo de aquisição por cliente, ou CAC. Ele é extremamente importante pois define o quão saudável sua estratégia de marketing está.

O que é o CAC e como calculá-lo?

Gostou do que leu até agora?

Que tal se cadastrar para receber os posts sempre em primeira mão? :)

O CAC é o quanto você gasta com ações de marketing para fechar uma compra. Nesse custo entram valores como campanhas on e offline, criação de materiais, e todos os outros custos.

Você pode chegar nesse número dividindo seus gastos pelo número de clientes.

Se você gastou, por exemplo, no mês de maio R$500 em ações de marketing, e, conseguiu 5 clientes. Logo, você tem um custo de aquisição de clientes de R$100.

Como analisar o custo de aquisição de clientes?

O CAC geralmente é usado juntamente com outras métricas, para medir o retorno de marketing e para fazer planejamento do investimento nas mídias e sua otimização.

Se você for começar a usá-lo agora busque fazer um paralelo entre esse valor e seu ticket médio para entender se seus investimentos estão sendo bem posicionados e estão valendo a pena.

Por exemplo, se seu CAC for R$100, e o ticket médio for R$50. Bom, você tem um enorme problema nas suas mãos, porque você sabe que, no fim do mês, sua conta não vai fechar. Então a solução é procurar novas maneiras de adquirir clientes, novas parceirias, e criar novos testes de canais. O mesmo acontece se seu custo de aquisição for igual ou apenas um pouco maior, afinal, você precisa lucrar e, bom, escalar.

O ideal é monitorar esse índice mensalmente e cruzar com outras métricas para conseguir informações mais aprofundadas e cada vez mais estratégicas. Mas falamos disso em outro post.

Caroline Piguin
carol@aceleratech.com.br


BrazilUSA