miyagi

21 jun Guia do mentor de startups: exigências, aprendizado e o que esperar

Já pensou em enfrentar o desafio de ser um mentor de startups? Se ainda não, repense. O caminho pode ser mais complexo do que pensa, mas a recompensa é, sem dúvida, gratificante.

É muito comum um profissional com anos de mercado e grande conhecimento em áreas específicas, ou um investidor anjo com alguns anos de experiência, ter a vontade de participar mais de perto da vida e dos desafios de uma startup. E também é bastante comum que eles não entendam com profundidade a jornada que têm pela frente.

Exigências para ser mentor

Para ser mentor, você precisa ter competências ressonantes com uma ou mais das “exigências” a seguir: vasta experiência sobre um mercado ou setor econômico; grande entendimento sobre alguns modelos de negócio (assinatura, pay-per-use, marketplace, entre outros); ou mesmo saber com profundidade alguns pilares de conhecimento fundamentais para qualquer startup – produto, marketing e vendas, usualmente.

Gostou do que leu até agora?

Que tal se cadastrar para receber os posts sempre em primeira mão? :)

Com qualquer uma dessas expertises, entre várias outras, um mentor pode gerar grande ganho à startup mentorada. Mas nem todas as vezes isso se traduz em realidade. Isso porque, tão importante quanto ter o conhecimento, também é necessário saber transformar esse background em valor, e isso nem sempre é tão trivial.

O que uma startup espera?

Para startup, os desafios e as dificuldades são constantes, e os recursos de tempo, capacidade e dinheiro, limitados. A continuidade de seu negócio é posta à prova diariamente, sempre em risco por conta da incerteza e dinâmica do mercado. Então o que um empreendedor espera de um mentor?

Troca de conhecimento e informação que permita que ele acelere o seu aprendizado e encurte a sua curva de maturação naquele negócio é um dos maiores outputs. O valor da mentoria está em diminuir ao máximo este gap de conhecimento e romper o quanto antes as barreiras de entendimento no mercado para que então os empreendedores possam alavancar sua performance.

E o que um mentor pode esperar no final desse processo?

Aprendizado

Uma startup necessariamente precisa ser uma empresa que aprende rápido com os erros e que se adapta a cenários com agilidade em meio à uma operação enxuta, mas também é um projeto que descobre novas soluções para velhos problemas. Perto de um ambiente empreendedor, o mentor pode se beneficiar amplamente com o aprendizado conquistado junto com a startup.

Alavancagem de sucesso

A metodologia tem uma coisa muito clara: mentorar é um esforço relativamente baixo para o mentor, mas com imenso retorno para o “aluno”. Por ter a sua vida ligada à velocidade de sua ascensão, uma startup evolui a passos muito mais rápidos que qualquer outra empresa – e sentir de perto sua influência nessa escalada meteórica é das coisas mais prazerosas da vida de um mentor.

Desafios constantes

Uma startup só busca um mentor se está em busca de superar desafios e alavancar resultados. E esse “mestre” pode ajudar nos mais diversos âmbitos: compreensão de cliente, validação e melhoria de produto, estruturação de processo de marketing e vendas ou uma série de outros. Isso por si só já seria um grande caminho a ser percorrido. Agora, adicione à essa equação o capital limitado, o tempo escasso e um mercado em constante mudança com concorrentes buscando tomar seu cliente a todo instante.

Acompanhar de perto a evolução

Por vezes, startups ainda em fase inicial passam por momentos de ajuste e até por pivôs, onde mudam completamente suas hipóteses iniciais em busca do melhor ajuste. Ao mentorar e ficar próximo de uma empresa nesse estágio, pode-se acompanhar de perto o dia a dia de incerteza e tentativas até finalmente a validação, onde entra-se em uma espiral de crescimento.

Desenvolver o ecossistema

É fato que esse ambiente que combina empreendedorismo e inovação é extremamente dinâmico e enriquecedor. A cada dia novas faculdades, empresas, empreendedores, investidores e startups se conectam. Ao se tornar mentor, você ganha relevância nesse cenário e integra efetivamente a evolução do ecossistema, fortalecendo-o e suportando seu desenvolvimento.

Ricardo Reis
ricardo@goace.vc


BrazilUSA