24 mar Direto das Trincheiras: Eventick

eventick

O crescimento de 300% na empresa e a marca de 100.000 ingressos vendidos por seu site são apenas alguns dos números que provam o quanto a Eventick foi capaz de aproveitar nosso processo de aceleração. Mas é claro que, para alcançar esses números foi necessária uma equipe de pernambucanos arretados, como eles mesmo se descrevem. Conversamos no “Direto das Trincheiras” de hoje com o André Braga, CMO da Eventick para entender um pouco sobre as estratégias, técnicas e novidades da empresa!

Aceleratech: A Eventick cresceu muito em 2013. Comente um pouco esses números e a estratégia e execução para chegar a eles:

Gostou do que leu até agora?

Que tal se cadastrar para receber os posts sempre em primeira mão? :)

André: O Eventick teve um crescimento de 300% no segundo semestre de 2013. O principal motivo para esse salto foi a adoção de estratégias consistentes e factíveis alinhando marketing, vendas e produto. Montar essa estratégia e executá-la só foi possível ao conhecer nossos clientes e mercado profundamente. Para isso, passamos muito tempo na rua e trabalhando juntamente com vários produtores.

Aceleratech: A Eventick nunca investiu em Marketing. Como vocês se tornaram uma marca tão querida pelos usuários?

Nós trabalhamos de perto com várias comunidades no Brasil (como empreendedores, desenvolvedores etc) e marcamos presença em vários eventos. Isso fez com que alguns segmentos nos identificassem como uma empresa que trabalha “ombro com ombro” com eles.

Antes de investir em Marketing, consideramos mais importante oferecer o mais próximo da solução ideal para o nosso público. Depois disso, as atividades de marketing fluem mais facilmente.

Aceleratech: O mercado de eventos é muito competitivo. Como vocês se diferenciam da concorrência?

Nós dedicamos muito de nosso tempo ao “customer development”, então cada passo que damos é voltado totalmente para o que o cliente precisa. Para isso, prestamos atenção a detalhes muitas vezes intangíveis como o atendimento aos usuários e simplicidade de uso da plataforma.

Aceleratech: Comente os aprendizados da aceleração e a importância de toda a equipe do Eventick ter vindo para SP.

A aceleração foi muito importante em dois pontos. O primeiro foi eliminar o supérfluo e focar totalmente na geração de valor para cada segmento de cliente que atendemos. O segundo foi estruturar uma estratégia comercial, levando em conta a multiplicidade do mercado unida às forças do Eventick. Trabalhando sob a pressão da aceleração, a equipe também evoluiu em questões internas como definição clara de governanças, foco e agilidade na tomada de decisões.

Aceleratech: O que podemos esperar da Eventick em 2014?
Em fevereiro lançamos o início de um novo layout, que prevê grandes avanços na usabilidade e experiência do usuário, mas as maiores mudanças em 2014 virão no início do segundo semestre. Um ponto interessante é que temos trabalhado muito com eventos empresariais, um setor que, apesar de difícil, com ferramentas arcaicas e pulverizado, é carente de soluções inovadoras.

Caroline Piguin
carol@aceleratech.com.br


BrazilUSA